Portfólio – Restauração

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluimos mais uma obra. A restauração do conjunto de vitrais da capela do Pensionato das Irmãs Palotinas, da Congregação São Vicente Pallotti, no centro da cidade de São Paulo. São 11 m² de vitrais de autor desconhecido, criados com vidros importados e nacionais.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Concluímos mais um trabalho de restauro. São os vitrais das 3 capelas do Seminário Maria Mater Ecclesiae na cidade de Itapecerica da Serra – São Paulo. São vitrais icônicos construídos com vidros importados.

Local: Igreja Ortodoxa São Jorge – Santos – SP Obra: Restauração

Local: Igreja Ortodoxa São Jorge – Santos – SP Obra: Restauração

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Mais uma grande obra de restauro de nosso ateliê. O conjunto de vitrais da Capela dos Carmelos de São José localizada em Santos – São Paulo. Este conjunto é composto de 13 vitrais totalizando quase 26 m² que foram construídos no início do século XX pelo grande mestre vitralista Henrique Zucca. Este vitralista foi também o criador dos vitrais da Capela do Morro de Santa Therezinha e dos vitrais do Santuário de Santo Antonio do Valongo, ambos localizados em Santos – São Paulo.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela Santa Therezinha do Menino Jesus Morro da Santa Therezinha – Santos – SP Obra: Restauração dos 3 vitrais (3m²) da Capela Concluímos o restauro do conjunto de vitrais da Capela de Santa Therezinha do Menino Jesus localizado no condomínio fechado do Morro de Santa Therezinha em Santos – São Paulo. Estes vitrais foram criados e executados na década de 30 pelo famoso vitralista italiano radicado no Brasil Henrique Zucca. Dois deles estavam seriamente danificados por abandono e uma péssima intervenção feita há alguns anos. Foram encontrados até pedaços de “durepox” para unir os pedaços de cristal.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 11m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 11m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 11m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 11m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 11m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 11m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Restauração do conjunto de vitrais do Santuário de São Vicente de Paulo, na cidade de Santos – SP. São 40 metros quadrados em 21 janelas e vãos, criados pelo grande mestre vitralista alemão, Conrado Sorgenich, que veio para o Brasil em 1888, e difundiu esta maravilhosa arte pelo nosso País.

Local: Santuário Santo Antônio do Valongo – Santos – SP Obra: Restauração – Vitrais da porta de vento

Local: Santuário Santo Antônio do Valongo – Santos – SP Obra: Restauração – Vitrais da porta de vento

Local: Santuário Santo Antônio do Valongo – Santos – SP Obra: Restauração – Vitrais da porta de vento

Local: Santuário Santo Antônio do Valongo – Santos Obra: Restauração – Vitrais superiores

Local: Catedral de Santos – SP Obra: Restauração

Local: Catedral de Santos – SP Obra: Restauração

Local: Catedral de Santos – SP Obra: Restauração

Local: Catedral de Santos – SP Obra: Restauração

Local: Capela do Bom Pastor – Santos – SP Obra: Restauração

Local: Capela do Bom Pastor – Santos – SP Obra: Restauração

Local: Capela do Bom Pastor – Santos – SP Obra: Restauração

Local: Capela do Bom Pastor – Santos – SP Obra: Restauração

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Estamos restaurando os vitrais da Igreja Matriz de Lorena. O conjunto, quase secular, nunca passou por um processo de restauro. Assinados pela Vitraes São Paulo, os vitrais construídos em sua maioria com vidros importados estão severamente danificados pela ação do tempo e do vandalismo. Vários vidros fissurados, trincados e quebrados precisarão ser substituídos. Os perfis de chumbo estão com a resistência mecânica muito baixa, tornando-os quebradiços. Vejam as fotos deste restauro do vitral de Santo Antonio com o menino Jesus.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Concluímos mais uma etapa da restauração do conjunto de vitrais da Igreja Matriz da cidade de Lorena – São Paulo – SP. Com partes faltantes e inúmeros vidros pintados trincados, os vitrais foram totalmente restaurados, e sua forma original totalmente consolidada.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Segunda fase da restauração do conjunto de vitrais da Catedral de Lorena – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado.

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado.

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado.

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado.

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Concluímos mais uma obra de restauro. O conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo – SP. Foram perto de 7 mêses de trabalho minucioso nos 63m² divididos em 192 módulos. Limpos manualmente, um a um, aproximadamente 6.500 pedaços de vidros importados e nacionais compõe o conjunto. Todos os perfis de chumbo foram substituídos por novos. Sem assinatura, é provável que estes vitrais tenham sido feitos por Lorens Heilmair, em razão da grande quantidade de vidro plaqué existente. Em 2013, a Presbiteriana que faz 70 anos, ganhou um presente. As fotos foram durante e após o restauro.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Conjunto de vitrais da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana – São Paulo. Fotos dos vitrais antes do restauro e da desmontagem dos módulos.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã. Este trabalho está em andamento.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã. Este trabalho está em andamento.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã. Este trabalho está em andamento.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã. Este trabalho está em andamento.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã. Este trabalho está em andamento.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã. Este trabalho está em andamento.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Restauro do conjunto de vitrais da Igreja São Francisco de Assis – Cubatão – São Paulo. Este conjunto com aproximadamente 30 anos, foi construído com uma técnica inovadora. A união dos vidros é feita com uma resina epóxi e depois coberta com uma lâmina de chumbo, substituindo a tradicional técnica milenar, quando se utiliza um perfil de chumbo com a forma de H, trefilado em trefiladora alemã.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Mais uma grande obra de restauro. Concluímos a limpeza, conservação e consolidação do conjunto de vitrais da Igreja do tradicionalíssimo Colégio São Luis. Localizada na cidade de São Paulo na esquina da av. Paulista x Bela Cintra, esta igreja, é um remanescente, diante dos grandes edifícios na avenida mais importante do país. O conjunto possui 140 m² de vitrais assinados pelo grande mestre vitralista, Conrado Sorgenicht.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Restauro de vitrais da Igreja Nsa. Sra. da Lapa em Cubatão – SP.

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Instalação dos vitrais nos módulos pivotantes. Esta intervenção de modificar os caixilhos que eram fixos, por pivotantes, foi realizada afim de proporcionar maior ventilação no ambiente interno da Igreja Nsa. Sra. da Lapa. O objetivo foi alcançado!

Mais uma obra de restauro de nosso ateliê, este vitral pertenceu a um antigo casarão na avenida Paulista – São Paulo. Hoje ele está em uma residência de um condomínio na cidade do Guarujá. Este vitral da primeira metade do século XX foi construído totalmente com vidros importados pelo antigo mestre vitralista Conrado Sorgenich. Vitral com trincas e fissuras.

Mais uma obra de restauro de nosso ateliê, este vitral pertenceu a um antigo casarão na avenida Paulista – São Paulo. Hoje ele está em uma residência de um condomínio na cidade do Guarujá. Este vitral da primeira metade do século XX foi construído totalmente com vidros importados pelo antigo mestre vitralista Conrado Sorgenich. Vitral com trincas e fissuras.

Mais uma obra de restauro de nosso ateliê, este vitral pertenceu a um antigo casarão na avenida Paulista – São Paulo. Hoje ele está em uma residência de um condomínio na cidade do Guarujá. Este vitral da primeira metade do século XX foi construído totalmente com vidros importados pelo antigo mestre vitralista Conrado Sorgenich. Vitral com trincas e fissuras.

Mais uma obra de restauro de nosso ateliê, este vitral pertenceu a um antigo casarão na avenida Paulista – São Paulo. Hoje ele está em uma residência de um condomínio na cidade do Guarujá. Este vitral da primeira metade do século XX foi construído totalmente com vidros importados pelo antigo mestre vitralista Conrado Sorgenich. Vitral com trincas e fissuras.

Local: Passeio Piratininga – Riviera de São Lourenço – Bertioga – SP Obra: Restauração de um painel em vitral com paisagem contendo 13,3 m² de área.

Local: Passeio Piratininga – Riviera de São Lourenço – Bertioga – SP Obra: Restauração de um painel em vitral com paisagem contendo 13,3 m² de área.

Local: Passeio Piratininga – Riviera de São Lourenço – Bertioga – SP Obra: Restauração de um painel em vitral com paisagem contendo 13,3 m² de área.

Local: Residência – Ponta da Praia – Santos – SP Obra: Restauro em um vitral geométrico

Local: Residência – Ponta da Praia – Santos – SP Obra: Restauro em um vitral geométrico

Local: Residência – Ponta da Praia – Santos – SP Obra: Restauro em um vitral geométrico

Local: Residência – Ponta da Praia – Santos – SP Obra: Restauro em um vitral geométrico

Local: Residência – Vila Rica – Santos – SP Obra: Restauro em um floral na porta interna

Local: Residência – Vila Rica – Santos – SP Obra: Restauro em um floral na porta interna

Local: Residência – Vila Rica – Santos – SP Obra: Restauro em um floral na porta interna

Local: Aldo Fazziolli Arquitetura e Construção – Bertioga – SP Obra: Restauração em cinco vitrais Antes

Local: Aldo Fazziolli Arquitetura e Construção – Bertioga – SP Obra: Restauração em cinco vitrais Antes

Local: Aldo Fazziolli Arquitetura e Construção – Bertioga – SP Obra: Restauração em cinco vitrais Antes

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Local: Capela do Colégio São José – Congregação São Vicente Pallotti – Irmãs Palotinas São Bernardo do Campo – SP Obra: 9,0 m² de vitrais figurativos (com imagens) construídos com vidros importados.

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Restauramos mais um vitral para uma residência em São Paulo. Construído com vidros de 25 à 30 mm de espessura e várias cores, este vitral está inserido em uma porta de acesso a casa. A técnica, conhecida como Dalle de Verre ou Faceted Glass é relativamente recente comparada com a tradicional, que se utiliza uma baguete de chumbo para unir os vidros com espessura de 3 à 4 mm. Para unir os pedaços de vidro de 25 à 30 mm, utilizamos resina epoxi, mas, é possível o uso de outros materiais com o cimento

Este pequeno vitral foi construído com vidros importados e pertencem a uma residência na cidade de Santos. Ele faz parte de um grande conjunto.

Este pequeno vitral foi construído com vidros importados e pertencem a uma residência na cidade de Santos. Ele faz parte de um grande conjunto.

Este pequeno vitral foi construído com vidros importados e pertencem a uma residência na cidade de Santos. Ele faz parte de um grande conjunto.

Este pequeno vitral foi construído com vidros importados e pertencem a uma residência na cidade de Santos. Ele faz parte de um grande conjunto.

Este pequeno vitral foi construído com vidros importados e pertencem a uma residência na cidade de Santos. Ele faz parte de um grande conjunto.

Este pequeno vitral foi construído com vidros importados e pertencem a uma residência na cidade de Santos. Ele faz parte de um grande conjunto.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Um restauro muito importante! Este vitral foi construído por Brian Clarke. Contemporâneo, Brian Clarke tem obras espalhadas pelo mundo inteiro. O Shopping Norte no Rio de Janeiro possui inúmeros vitrais do artista. Arábia Saudita, sede da Pfizer em Nova York, Japão, Suisse Bank, Alemanha, Inglaterra, são alguns dos lugares onde o vitralista projetou e instalou suas obras. Com técnica apurada, Brian inovou ao utilizar o perfil de chumbo com angulação não convencional. Com atelies em Londres e Munich, Brian se destaca entre os grandes mestres vidreiros do mundo ao lado de Ludwig Schaffrath, Johannes Schreiter, Karl Traut, Lutz Haufschild, Graham Jones entre outros.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga, pertencente a uma cristaleira centenária foi totalmente restaurado. Suas 17 peças em cristal Belga foram bisotadas manualmente, uma a uma, em nosso ateliê. Esta peça de antiquário hoje está nos Estados Unidos.

Este vitral Belga foi totalmente restaurado pela nossa equipe. Pertencente a uma família tradicional de São Paulo, esta peça teve vários cristais quebrados. Todas as peças danificadas foram substituídas por cristais Belgas e bisotadas manualmente, uma a uma em nosso ateliê.

Este vitral Belga foi totalmente restaurado pela nossa equipe. Pertencente a uma família tradicional de São Paulo, esta peça teve vários cristais quebrados. Todas as peças danificadas foram substituídas por cristais Belgas e bisotadas manualmente, uma a uma em nosso ateliê.

Este vitral Belga foi totalmente restaurado pela nossa equipe. Pertencente a uma família tradicional de São Paulo, esta peça teve vários cristais quebrados. Todas as peças danificadas foram substituídas por cristais Belgas e bisotadas manualmente, uma a uma em nosso ateliê.

Este vitral Belga foi totalmente restaurado pela nossa equipe. Pertencente a uma família tradicional de São Paulo, esta peça teve vários cristais quebrados. Todas as peças danificadas foram substituídas por cristais Belgas e bisotadas manualmente, uma a uma em nosso ateliê.

Este vitral Belga foi totalmente restaurado pela nossa equipe. Pertencente a uma família tradicional de São Paulo, esta peça teve vários cristais quebrados. Todas as peças danificadas foram substituídas por cristais Belgas e bisotadas manualmente, uma a uma em nosso ateliê.

Este vitral Belga foi totalmente restaurado pela nossa equipe. Pertencente a uma família tradicional de São Paulo, esta peça teve vários cristais quebrados. Todas as peças danificadas foram substituídas por cristais Belgas e bisotadas manualmente, uma a uma em nosso ateliê.

Restauro de um módulo dos vitrais de uma residência no condomínio Jardim Acapulco – Guarujá.

Restauro de um módulo dos vitrais de uma residência no condomínio Jardim Acapulco – Guarujá.

Restauro de um módulo dos vitrais de uma residência no condomínio Jardim Acapulco – Guarujá.

Restauro de um módulo dos vitrais de uma residência no condomínio Jardim Acapulco – Guarujá.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Restauro de um vitral floral para residência em São Paulo. Pertence ao dr. William Saad.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais uma obra de restauro executada em nosso ateliê. Os vitrais foram construídos com vidros importados com o tema floral, mas, não trazem a assinatura do artista. Futuramente serão inseridos na capela construída no interior do Hospital São Lucas, localizado na cidade de Santos – São Paulo.

Mais um trabalho de restauro do nosso ateliê. Pequeno, mas, de grande importância uma vêz que estes vitrais são remanescentes de um antigo casarão do início do século XX. Agora, este casarão localizado na nobre avenida Washington Luís foi remodelado e hoje é um importante centro gastronômico – Santa Marta Gastronomia

Mais um trabalho de restauro do nosso ateliê. Pequeno, mas, de grande importância uma vêz que estes vitrais são remanescentes de um antigo casarão do início do século XX. Agora, este casarão localizado na nobre avenida Washington Luís foi remodelado e hoje é um importante centro gastronômico – Santa Marta Gastronomia

Mais um trabalho de restauro do nosso ateliê. Pequeno, mas, de grande importância uma vêz que estes vitrais são remanescentes de um antigo casarão do início do século XX. Agora, este casarão localizado na nobre avenida Washington Luís foi remodelado e hoje é um importante centro gastronômico – Santa Marta Gastronomia

Mais um trabalho de restauro do nosso ateliê. Pequeno, mas, de grande importância uma vêz que estes vitrais são remanescentes de um antigo casarão do início do século XX. Agora, este casarão localizado na nobre avenida Washington Luís foi remodelado e hoje é um importante centro gastronômico – Santa Marta Gastronomia

Local: Casa Natal – Mostra de decoração – Santos – SP Obra: Restauro de 1 vitral com vidros importados. Antes

Local: Casa Natal – Mostra de decoração – Santos – SP Obra: Restauro de 1 vitral com vidros importados. Antes

Local: Universidade Metropolitana de Santos – SP Obra: Restauração de vitral localizado na recepção da reitoria

Local: Palácio da Bolsa Oficial do Café – Santos – SP Obra: Restauração

Local: Santa Casa de Misericórdia de Santos – SP Obra: Restauração em vitral localizado na sala de cirurgia

Restauramos quatro vitrais para portas pivotantes no Palácio da Bolsa do Café Brasileiro, onde é a sede da Associação do Museu do Café, em Santos – São Paulo. Os vitrais fazem parte de um grande conjunto cuja obra-prima é um imenso vitral na clarabóia projetado pelo pintor Benedicto Calixto.

Restauramos quatro vitrais para portas pivotantes no Palácio da Bolsa do Café Brasileiro, onde é a sede da Associação do Museu do Café, em Santos – São Paulo. Os vitrais fazem parte de um grande conjunto cuja obra-prima é um imenso vitral na clarabóia projetado pelo pintor Benedicto Calixto.

Restauramos quatro vitrais para portas pivotantes no Palácio da Bolsa do Café Brasileiro, onde é a sede da Associação do Museu do Café, em Santos – São Paulo. Os vitrais fazem parte de um grande conjunto cuja obra-prima é um imenso vitral na clarabóia projetado pelo pintor Benedicto Calixto.

Restauramos quatro vitrais para portas pivotantes no Palácio da Bolsa do Café Brasileiro, onde é a sede da Associação do Museu do Café, em Santos – São Paulo. Os vitrais fazem parte de um grande conjunto cuja obra-prima é um imenso vitral na clarabóia projetado pelo pintor Benedicto Calixto.

Restauramos quatro vitrais para portas pivotantes no Palácio da Bolsa do Café Brasileiro, onde é a sede da Associação do Museu do Café, em Santos – São Paulo. Os vitrais fazem parte de um grande conjunto cuja obra-prima é um imenso vitral na clarabóia projetado pelo pintor Benedicto Calixto.

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado

Mais uma obra de restauro executada pelo nosso ateliê. Um vitral pertencente ao conjunto de vitrais da capela do cemitério Parque Jaraguá localizado na cidade de São Paulo, foi severamente danificado

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Restauração de 4 vitrais para portas e modificação no rebaixo de 2 portas basculantes no interior do Museu.

Embalando as portas para o transporte até nosso ateliê.

Embalando as portas para o transporte até nosso ateliê.